Sistema econômico – Você conhece essa doença?

Pirâmide - Sistema Econômico

Que nossa sociedade está doente não é novidade alguma, o problema é que estamos combatendo os sintomas e não as causas da doença, por pura ignorância.

Você já ouviu falar sobre o esquema pirâmide ou corrente?

E em marketing multinível, esquema Ponzi ou marketing de rede?

Pois bem, nesse tipo de golpe comercial, pessoas são recrutadas progressivamente para entrar na base da pirâmide sustentando financeiramente as pessoas que estão acima, o que consequentemente faz a pirâmide crescer até um ponto em que se torna insustentável. Porém, no período de tempo entre o início da pirâmide e de sua autodestruição, a pessoa que está no topo enriquece consideravelmente, sustentada pelas pessoas dos níveis abaixo que acabam empobrecendo.

No Brasil e em outros países, a prática do esquema de pirâmide é ilegal, a não ser que envolva produtos ou serviços. Certamente é assim, pois a própria economia seria ilegal, já que se enquadra no esquema de pirâmide.

Uma breve história

Em nossa sociedade, o comércio começou com trocas de produtos ou serviços, e mais tarde, estes foram sendo representados por pedras e metais raros, como diamantes, ouro, prata, bronze etc.

Com o passar do tempo, algumas pessoas criaram bancos com o objetivo de guardar as riquezas de outras, lucrando com a cobrança de taxas por esse serviço.

O povo começou a negociar usando os recibos de depósito desses bancos, o que deu origem ao dinheiro de papel, tendo o seu lastro em ouro.

Os banqueiros rapidamente acumularam muito dinheiro de seus depositários, o que despertou ainda mais suas ganâncias. Agora eles podiam emprestar o que não lhes pertencia e ganhar mais cobrando juros, além das taxas.

Os gananciosos foram ainda mais longe, aumentaram suas posses investindo o dinheiro alheio em petróleo, fábricas com obsolescência programada, estagnação tecnológica, multinacionais, terras, guerras, crises e tudo que poderia gerar lucros astronômicos e contínuos, monopolizando e tomando conta de tudo.

O império banqueiro continuou crescendo, mas como todo esquema de pirâmide é insustentável, a economia começou a desmoronar com a Primeira Guerra Mundial, então os bancos abandonaram o padrão-ouro e começaram a imprimir dinheiro sem lastro algum, apenas baseado em dívidas. Porém, todo o ouro do país ficou guardado em seus cofres.

Com tanto poder, governos foram comprados secretamente e os bancos se transformaram em mega bancos ou bancos centrais, que passaram a ter o poder de comandar a economia de uma nação.

A elite banqueira coloca poder, luxo e riqueza acima de qualquer coisa. São poucas as famílias que fazem parte desse império, mas são as responsáveis pelas mortes ou sofrimento de bilhões de pessoas e pela destruição do nosso meio ambiente, através de suas indústrias do “progresso”.

Coincidentemente, a nota de um dólar possui uma imagem de pirâmide, que paralelamente à definição oficial, parece exaltar o topo e quem nele está.

Nível 1 – O topo

Composto por menos de 1% da população mundial, o topo é formado pelos que mandam realmente. São os donos do mundo, faraós criadores da pirâmide:

  1. Banqueiros – donos de bancos centrais, que “regulam” a economia de um país ou vários, e bancos menores, que ganham com dívidas ou taxas de produtos ou serviços;
  2. Oligarcas do petróleo – donos de empresas que extraem, refinam e distribuem petróleo e seus derivados;
  3. Donos de multinacionais – como empresas de comunicação, energia, tratamento de água, carnes, sementes transgênicas, agrotóxicos, remédios, mineração, veículos etc.

Nível 2 – Administradores regionais

O nível 2 é formada por verdadeiros fantoches do nível 1, pois quem não adere à pirâmide, é perseguido pela máfia do nível 1:

  1. Governos, presidentes, reis, rainhas, ditadores e líderes políticos – que fazem as leis ou ditaduras exclusivas para sustentar o topo. Em benefício, ganham riquezas e luxos irrisórios, se comparados com as pessoas que integram o topo;
  2. Mídia – donos de emissoras de TV, rádio, jornais impressos ou internet. Geralmente a maioria deles pertence a uma só pessoa ou grupo. Isso lhe proporciona poder para alienar uma nação e derrubar governos, quesito que o coloca no nível 2 e 3.

Nível 3 – Agentes alienantes

O nível 3 é responsável por distrair o povo do objetivo comum, aniquilando o raciocínio e o potencial crítico de cada um:

  1. Mídia – Idem ao item 2 do nível 2 – Administradores regionais. Desinforma com notícias irrelevantes, parciais ou amedrontadoras. Entretêm o povo com transmissão de esportes, como o futebol, com reality shows, como BBB, com novelas, programas de auditório etc.;
  2. Religião – papas, padres, bispos, missionários, pastores, rabinos e outros líderes religiosos. Grande maioria, dentre as milhares de religiões, destrói o raciocínio lógico de seus fiéis. Se auto intitulam donos da verdade absoluta e amedrontam as pessoas com punições divinas baseadas em textos mitológicos. Algumas extorquem dinheiro de seus fiéis, usando técnicas avançadas de persuasão. O passado da religião está imerso em guerras pela dominação, em nome de seus deuses;
  3. Educação – escolas, colégios, faculdades e universidades. Imposta pelos governos, o principal objetivo da educação é moldar o senso crítico, criatividade e desenvolvimento individual. Segue uma metodologia parecida com a linha de produção de uma fábrica. Padroniza as pessoas desde crianças até se tornarem adultas. Esse é o motivo pelo qual existem preconceitos e discriminações. A mídia também contribui, com sua programação, nesse aspecto.

E você? É um alienado?

Nível 4 – Povo

O nível 4 é a base da pirâmide. Nela estão os escravos que mantém a pirâmide erguida. Escravos, porque são obrigados a fazer o que não gostam para sobreviver na sociedade fiel ao sistema econômico. A base é composta por uma mescla de:

  1. Autoridades – forças armadas (exército, aeronáutica, marinha e polícias). Eles usam a força para executar ordens dadas por líderes políticos. O objetivo é proteger a pirâmide de rebeliões ou de “crimes” contra ela. A segurança da nação ou das pessoas é somente fachada para tentar manter a ordem em um sistema caótico.
  2. Trabalhadores – pessoas que mantêm toda a pirâmide com trabalhos fundamentais ou repetitivos. A pirâmide os obriga a trabalhar em trabalhos que não gostam, pois caso contrário, não teriam acesso à alimentação, água, moradia e todos os bens comuns e necessários à sobrevivência.
  3. Alienados – pessoas desprovidas de pensar. São pessoas que se confortam na frente de seus aparelhos de TVs ou em igrejas e, consequentemente, são guiadas por eles.
    São, também, pessoas que adquirem a falsa necessidade de comprar, de consumir além do normal, para se sentirem melhores que seus vizinhos. São hipnotizadas pela TV, por novelas, esportes, reality shows, programas de auditório, notícias sensacionalistas ou aterrorizadoras e toda programação lixo que tenha o potencial de afastá-los de um objetivo em comum: a nossa sociedade. São também resultados de uma educação padronizadora.
  4. Preconceituosos – são pessoas que aprendem na escola, TV ou igrejas a distinguir  e discriminar outras pessoas por suas aparências, preferências ou ideias. Enquanto brigam por direitos, denominando-se minorias, falta-lhes coesão para conseguir conquistar os direitos humanos para todos através de uma democracia direta.
  5. Conscientes – pessoas que, mesmo com todas as dificuldades, conseguiram desenvolver um senso crítico e aprenderam a não acreditar em qualquer coisa. Esse tipo de pessoa era raro, porém, a cada dia, mais e mais despertam do transe imposto pela pirâmide e ajudam a acordar seus familiares e amigos. Se você leu até aqui, certamente já faz parte desse grupo, pois está buscando mais informações, por não aceitar as incoerentes que são replicadas pelos agentes alienantes.

Diagnóstico

Como pudemos notar, fica evidente o porquê dos regimes não funcionarem. Não importa se é comunismo, socialismo ou capitalismo: se é baseado no dinheiro, há corrupção. Esta é a doença que se alastrou na nossa sociedade, através do dinheiro e de seu controle.

A cura

Para acabar com a doença do sistema econômico e derrubar essa pirâmide, temos que encontrar alternativas para suprir nossas necessidades comuns. Sermos independentes. Tornar cada residência autossuficiente e autossustentável com energia, água, alimentos e comunicação, assim como aconteceu em Guerra dos Cocos. Tecnologia para tudo isso existe há mais de um século e é escondida, através de patentes, pelo topo da pirâmide.

Está surgindo uma nova consciência que vê a terra como um só organismo, e que reconhece que um organismo em guerra, consigo mesmo, está condenado. – Carl Sagan

Anúncios

Zeitgeist – Addendum

Zeitgeist-AddendumZeitgeist – Addendum” é um documentário indicado a todas as pessoas por explicar detalhadamente o sistema global, que rege nossas vidas no dia-a-dia.

Entenda, de maneira simples, o funcionamento do sistema monetário, com seus lastros, empréstimos, juros, corrupção e sua relação com grandes grupos econômicos e governos.

O documentário também propõe algumas soluções para o desenvolvimento humano, como a conscientização, por meio da informação, e o projeto Vênus, uma cidade verdadeiramente autossustentável.

Assista pelo Youtube:

Baixe via torrent, em DVD e legendado:
Zeitgeist – Addendum

“Se os grandes cientistas e inventores da nossa história acreditassem que suas ideias fossem utopia, ainda estaríamos vivendo em árvores.”